Em ação inédita, ONG entra em “Beverly Hills do Itaim” para matricular crianças em oficinas de esporte e cultura

Sem saneamento básico ou água encanada, moradores terão ônibus gratuito para levar crianças em atividades do Gerando Falcões

Pela primeira vez na história das comunidades “Beverly Hills” e “Seringueira”, localizadas em Itaim Paulista, extremo leste de São Paulo, crianças e jovens ganharão a oportunidade de participar de oficinas culturais e esportivas, com direito a transporte e alimentação gratuitos. A ONG Gerando Falcões mobilizou uma equipe de 20 pessoas para bater de porta em porta em barracos e matricular crianças em oficinas de dança, coral, pintura, boxe, teatro e futsal.

Em duas horas, os funcionários percorreram vielas, becos e conseguiram preencher cerca de 90 vagas das 400 disponíveis para as novas turmas que começam neste sábado (21), às 9h, no Polo Cultural e Esportivo da ONG, realizado na escola municipal José Antônio Bortolozzo, no bairro Cidade Kemel, em Poá. Um ônibus, disponibilizado pela ONG, fará o transporte dos alunos todos os sábados, com trajeto de ida e volta.

“Essa é uma oportunidade enorme para os meus filhos. Nós nunca tivemos esse tipo de ação por aqui”, disse a desempregada Ediana Souza da Silva, de 30 anos, que prontamente passou todos os dados para a matricula. Os filhos Ana Beatriz, 10, e João Victor, 8, começarão no sábado na oficina de coral.

De acordo com o fundador da ONG, Eduardo Lyra, a escolha pelas comunidades Beverly Hills e Seringueira ocorreu por serem locais populosos, mas “completamente isolados socialmente”. “Essas comunidades não são gerenciadas pelo estado e merecem líderes e projetos, com visão de transformação. Eles só precisam de oportunidades”, contou Lyra.

Segundo informou o fundador, a ONG está em processo de expansão e terá o dobro de atendimentos em 2017, sendo que atualmente o Gerando Falcões já conta com mais de 600 famílias participantes dos projetos, de forma recorrente.

“Estamos com uma visão de ousadia e vamos fazer muito mais pelas comunidades. Preparem, porque a caravana do bem está montada”, completou Lyra.

O Gerando Falcões 

O Gerando Falcões é uma organização social não-governamental que possui cinco grandes projetos sociais e que abrangem diversas áreas. São eles: “Polo Cultural e Esportivo” (com 15 oficinas culturais e esportivas), Mc’s Pela Educação (projeto musical que visita escolas públicas e convida jovens a ‘ostentar’ educação), Recomeçar (que auxilia o ex-presidiário na recolocação ao mercado de trabalho), Cultura na Quebrada (que leva teatro, cinema e atrações culturais na comunidade) e o Curso de Programação (que capacita jovens na área de tecnologia. A grade de ensino conta ainda com aulas de empreendedorismo e de inglês básicos).

Funcionários do Gerando Falcões entram em barracos de Beverly Hills - Foto Andressa Silva

Funcionários do Gerando Falcões entram em barracos para matricular crianças e jovens de ‘Beverly Hills’ do Itaim Paulista. Foto: Andressa Silva

Eduardo Lyra - de óculos - fundador da ONG, ao lado de Vini e moradors de Beverly Hills - Foto Andressa Silva

Fundador do Gerando Falcões, Eduardo Lyra (de óculos) ao lado de Vini, funcionário da ONG, e moradores das comunidades paulistas. Foto: Andressa Silva

Avó Maria e Naila recebem equipe do Gerando Falcões - Foto Andressa Silva

Avó Maria e Naila recebem equipe do Gerando Falcões – Foto: Andressa Silva

Equipe Gerando Falcões visitam famílias - Foto Andressa Silva

Equipe Gerando Falcões visita famílias – Foto: Andressa Silva

Comunidades não tem saneamento básico e são divididas por esgoto a céu aberto

Comunidades não têm saneamento básico e são divididas por esgoto a céu aberto. Foto: Andressa Silva

Leave a Reply